28 de novembro de 2011


“Desde pequeno, sempre desejei fazer uma tatuagem, só que o medo da dor falava mais alto que a tal vontade. Um tempo depois, brotou em mim a coragem, escolhi o desenho, fui ao tatuador, e então a arte estava feita. Tentando descobrir de onde surgiu tanta força, compreendi que existem coisas na vida que doem muito mais do que simples agulhadas sobre uma camada de pele fina, são as dores de feridas que não cicatrizam, não secam, não saram, não fecham.”

4 comentários:

Michele Lima disse...

Muito lindo isso aqui ! É verdade mesmo, tem tanta coisa que machuca mais e a gente consegue seguir em frente.

Laisa Maria disse...

Penso a intensidade de uma dor depende mais da grandeza que damos a ela que da sua força em si mesma. Assim como as preocupações e os prédios aumentam a medida que nos aproximamos deles.
Desejo fazer algumas tatoagens, usando essa linha de raciocinio, não vai doer tanto assim..
beijo, até mais :*

Um brasileiro disse...

ola. tudo blz? estive por aqui dando uma olhada. muito legal. gostei. apareça por la. abraços.

Débora.Ferreira disse...

Olá ,vim conhecer seu Blog e amei, já estou seguindo, parabêns por seu cantinho e muito sucesso! Te convido a conhecer meu Blog e seguir também, será muito bom ter a sua companhia! Beijinhos http://simplebutglamorous.blogspot.com