14 de março de 2010

Essa semana passei por uma situação que definiu bem o que devo fazer ou o que já deveria ter feito, eu não deveria ser tão radical,  mas é preciso, pelo menos agora.


" ... E o principe onde está? as fadas ? os elfos?  as cartas de amor? as declarações e louvor ?
a luz se apagou,
o tempo corre,
o relogio disparou
e o sonho? acabou.

Eu sei que tudo volta ao seu lugar,
só não sei se poderei amar,
se poderei sonhar,
se poderei acreditar.

Mas continuarei a busca,
de amar sem sofrer,
recuperando a esperança,
como nas historias de criança.

2 comentários:

Dinha Cavalcante disse...

noossa, amei o poema !
sua autoria ?

''Tay' disse...

adorei esse poema *-*
muitoo bom.

bjus =*